segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Caminhando sozinho por entre o Nevoeiro

......................................
Perguntaste-me porque caminhava sozinho
Por entre as aberturas do cerrado nevoeiro
Disse-te que ia acompanhado pelo destino
E no pensamento teu nome como primeiro

Sorriste, dizendo não me conseguir entender
Quando fazia na solidão a minha caminhada
Nem minhas palavras poderias compreender
Se no silêncio partia sem nunca dizer nada

Fixei-te com meu olhar e em voz desiludida
Por teu amor existir apenas na minha ilusão
Disse-te que quando da minha triste partida
Te levava bem guardada dentro do coração
...............

10 comentários:

  1. Puxa Ricardo!
    Que dizer deste Poema?? SOBERBO!!

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. O amigo escreve muito boa poesia.
    Venho desejar-lhe a si e sua Família
    um Feliz e Santo Natal.
    Bjs.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá querida amiga

      Agradeço e retribuo com muita amizade e carinho. FELIZ NATAL
      Bjo

      Eliminar
  3. Maravilhoso poema, Ricardo. Rimas perfeitas!
    xx

    ResponderEliminar
  4. Parabéns ao Poeta!
    Excelente poema!!!

    Beijo...Estou por aqui--> http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Mereces um louvor de pé! Consegues entrar no coração de quem te lê com uma magia encantadora! Adorei! Os amores são reais e não existem na ilusão. Um abraço amigo Ricardo e um resto de semana feliz

    ResponderEliminar
  6. É muito triste ter um amor somente na ilusão.
    lindos versos.
    Bjs Ricardo.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar