domingo, 20 de setembro de 2015

Vem sentar-te comigo em areais de brancura

( imagem da net )
.
Vem sentar-te comigo em areais de brancura
Juntos pelo destino, olhar o mar, enamorados
A vida se esvai quando ainda nela se procura
Os elos do sonho por amores desmoronados

Um beijo, sabor a sal, viagem de pensamento
Vivamos a felicidade nas arestas da demência
Unidos viajando pelas doçuras do sentimento
Palavras ocas, amor quente de complacência

Adorna o coração pelas pétalas do teu querer
Deixa-te marear pelo afecto do teu lindo ser
Liberta esse teu grito pelas águas de ternura

Nos apoios da alma guarda afectos e abraços
Deita ao mar palavras de sentidos embaraços
Vem sentar-te comigo em areais de brancura
.........

17 comentários:

  1. Bom dia
    Maravilhoso este canto ao amor,ao reencontro e à ternura.
    Parabéns pela clareza e beleza da mensagem.

    ResponderEliminar
  2. Bom dia Ricardo
    Bem, dou-te os parabéns pelo facto de, neste Domingo solarengo e quentinho, nos presenteares logo de manhã com um poema que só o Grandes Poetas conseguem escrever...Não, não digas que é bondade minha... sou eu que fico vaidosa e orgulhosa por ler poesia como esta. Este poema está especialmente soberbo. PARABÉNS!!!

    Bom Domingo
    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Muito linda,Ricardo! abraço,ótimo dia!chica

    ResponderEliminar
  4. Adorei Ricardo suas palavras são verdadeiros cânticos em versos.
    Bjs e obrigada pela visita e comentário.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde, Ricardo, que belíssimo soneto ao amor!
    Afirmo que os poetas são mágicos, pois com poucas letras conseguem formar belas palavras para construir versos sobre o mais belo sentimento: O AMOR!
    Senti a alvura da areia em seus versos, sensibilidade que mexe com nossa alma. Tenha um lindo domingo! Beijos!

    ResponderEliminar
  6. A beleza em Soneto de amor Ricardo, talvez um das maneiras mais clássicas da expressão poética. Amei!
    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Que belo soneto, Ricardo! Cá para mim andas a ouvir cantos de sereias, e que bem que esses cânticos carregados de amor e mar te chegam aos ouvidos. Que bem os traduzes na tua poesia!
    Os meus pêsames pelo resultado do Benfica. :-(
    xx

    ResponderEliminar
  8. Muito lindas palavras de amor Ricardo! É sempre algo bom de ler e se encantar!
    Beijos

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  9. Olá, Ricardo-águialivre !
    Que texto explosivo de paixão, amigo !
    " Vem sentar-te comigo em areais de brancura ",
    é um cenário literário, de conquista irresistível...
    Parabéns e uma feliz semana, junto aos reus
    areais.
    Um fraterno abraço, aqui do Brasil.
    Sinval.

    ResponderEliminar
  10. Olá, Ricardo-águialivre !
    Que texto explosivo de paixão, amigo !
    " Vem sentar-te comigo em areais de brancura ",
    é um cenário literário, de conquista irresistível...
    Parabéns e uma feliz semana, junto aos reus
    areais.
    Um fraterno abraço, aqui do Brasil.
    Sinval.

    ResponderEliminar
  11. Palavras e emoções tão brilhantes que derretem o nosso coração! Poema duma ternura e magia única! Senti-me enlevada com toda esta aura sentimental e apaixonante...adorei Ricardo....um abraço e uma feliz semana

    ResponderEliminar
  12. um soneto com belas palavras de amor, muito bem rimadas.
    boa semana.
    beijos
    :)

    ResponderEliminar
  13. Boa noite Poeta do amor.

    Como sempre, quando aqui passo fico rendida ao encanto das suas palavras. Poema Lindo de mais!! Parabéns

    Estou por aqui: http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/ ...beijinhos e tudo de bom.

    ResponderEliminar
  14. Bom dia,Ricardo.

    Sempre me encanto com seus poemas,querido amigo.

    Sabe falar de amor magistralmente.

    Estou com problemas sérios de conexão e entrando nos blogs pelo modo seguro de meu computador.

    No modo normal, levo mais de 10 minutos para abrir cada blog de amigos.

    Por isso,atualmente,somente tento retribuir as visitas.

    Obrigada por seu belo comentário no meu e volte sempre!


    Ótima terça-feira de paz e alegrias

    Beijos sabor carinho

    Donetzka

    ResponderEliminar
  15. A sua poesia é muito boa.
    Iria sentar-me consigo em qualquer areal para
    o ouvir ler a sua poesia.
    Abraço amigo
    Irene Alves

    ResponderEliminar