sexta-feira, 3 de julho de 2015

Pelos trilhos da noite escura.......

.................imagem da net.....................
......*** ....
Sinto esta dor sem jeito
Talvez seja saudade
Dos momentos que sem preceito
Encostava o teu ao meu peito
Dando-te beijos de verdade

Sinto esta dor que em vão
Me traz tanta lembrança
De momentos que já lá vão
Em que soltava o meu coração
Quando o nosso olhar era aliança

Sinto esta dor na alma
Que confesso me entristece
Por tanto se ter perdido
Por algo em nós ter fugido
Mas que no fundo não se esquece

Sinto esta dor sem solução
Que me separa da tua ternura
Me aperta o coração
Me faz caminhar pela solidão
Pelos trilhos da noite escura
..................

14 comentários:

  1. Bom dia Ricardo
    Parabéns pelo excelente poema que nos das a ler...De todo ele que adorei, marco este!
    ""Sinto esta dor na alma
    Que confesso me entristece
    Por tanto se ter perdido
    Por algo em nós ter fugido
    Mas que no fundo não se esquece"" LINDO!

    Tem um bom fim de semana.
    Beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Creio que essa dor seja saudades! Linda poesia! abraços, ótimo fds! chica

    ResponderEliminar
  3. Lindos versos, saudade dá isso, poesias lindas, amei ler!
    Abraços apertados!

    ResponderEliminar
  4. A solidão a par de uma saudade que dói, aqui bem presente no poema.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  5. Uma dor de saudades.
    Muito lindo Ricardo.
    Bjs e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  6. Excelente e melancólico poema!! Parabéns.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. A solidão não é boa, apesar de eu até gostar, mas a saudade...essa dói e muito. Fantástico poema. Adorei!

    ResponderEliminar
  8. Brilhante poema, um pouco nostálgico, mas com excelentes palavras de carinho. Amei!!

    Bom fim de semana- Bjs-http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Um poema fabuloso em que o protagonista é a saudade....saudade duns momentos que recordas e nunca te esqueces, provocando uma dor sem fim! Adoreiiii...como sempre a tua poesia derrete qualquer coração e quase faz estremecer as pedras.Continua assim, com um coração repleto de sensibilidade e uma mente brilhantemente poética. Um grande beijinho para ti

    ResponderEliminar
  10. Este Poeta, é um encanto lê-lo.... Muitos parabéns pelo brilhante poema!
    Beijos

    ResponderEliminar
  11. Boa tarde amigo Ricardo, já há um tempo que não venho ao teu blogue.
    Não me esqueci da tua sempre maravilhosa poesia.
    Hoje foi dia de por aqui passar.
    Este poema fascinou-me, e vou partilhar. Um beijinho com carinho e amizade.
    Rosária Marques

    ResponderEliminar
  12. Com o tempo começamos a sentir saudades de todos amigos ,
    que passaram em nossas vidas e que ainda permanece.
    Estou dando uma volta num passado não muito distante
    espero que goste dessa fase de recordar é viver.
    Uma abençoada semana que Deus lhe abençoe sempre
    e sempre.
    Beijos no coração.
    Evanir.

    ResponderEliminar