segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

És o sol que ilumina o meu caminhar

... / ...
.
És o sol que ilumina o meu caminhar
A água que esfria o meu pensamento
Luz de estrela que invade meu sonhar
Perfume que aroma o meu sentimento

Qual magnólia, flor silvestre que amo
Solenidade que afeiçoa minha atitude
Flor de vida, brado de amor que clamo
Sorriso em mim, pétala minha virtude

Manhã colorida, brisa que não esquece
Frescura do olhar que me enlouquece
Rosácea em pureza, suavidade e paixão

Alvorada que robustece ilustre alegria
Arco-íris de luz que ilumina lírico dia
Grito de amor dentro do meu coração
..................

12 comentários:

  1. Um soneto com o som do amor onde brilha o Sol, a paz e o aroma de uma vida completa

    ResponderEliminar
  2. Como sempre é um prazer poder ler os seus poemas.
    Este está lindo de morrer. Obrigado por me permitir lê-lo.

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. poema lindo e sensível,delicado,só tu meu amigo,continua nos brindando....beijos

    ResponderEliminar
  4. É assim; O Ricardo está mais afastado dos seus poemas, mas, acredito que durante o tempo de ausência esteja sempre a preparar o melhor.
    E aqui está o resultado... Um poema onde todas as palavras são poucas para te elogiar, à beira do que mereces. Parabéns Ricardo, este poema pertence aos melhores. Acredito que um dia irei ler um segundo livro, dos teus melhores poemas. Mais palavras para quê?
    AMEI

    Beijinho e uma excelente semana.

    ResponderEliminar
  5. Soltaste um grito de amor do teu coração e lançaste-o nestas palavras que enlouquecem os corações romanticos...o empolgante início do poema "és o sol que ilumina o meu caminhar" dá seguimento a versos perfumados de tanto amor e carinho...AMEI...és um poeta extraordinário...beijinho de boa noite

    ResponderEliminar
  6. Um sol que é ao mesmo tempo flor. Um ser que ilumina e aromatiza a tua vida e os teus mais profundos sentimentos.
    Lindo, Ricardo.
    xx

    ResponderEliminar
  7. Maravilha! Excelente!

    Receba o carinho da Cia. De Teatro Atemporal!

    Clemente.

    http://ciaatemporal.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  8. Amigo, já disse aqui, que tu és o Vinicius de Morais português, tal o teor elaborativo dos teus belos sonetos.
    Um abraço daqui de Porto Alegre, sul do Brasil. Tenhas um bom dia.

    ResponderEliminar
  9. Oi Ricardo,seus sonetos são maravilhosos,com muito amor em seus versos.
    bjs amigo
    Carmen Lúcia.,

    ResponderEliminar
  10. Bonito poema.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar