sábado, 21 de fevereiro de 2015

Caminho entre muros de vida insegura

... / ...
Caminho entre muros de vida insegura
Onde as lágrimas são gotas escondidas
Ervas nocivas são zumbidos de secura
Que lembram ensanguentadas feridas

Voz rouca pelos medos da fria estiagem
Onde s gotas são recordação desnudada
Borriços esquecidos em rígida paisagem
Lembram olhos tristes da minha amada

Muros de solidão num além escondido
Acompanham o olhar assaz comovido
Pela textura do silencioso sentimento

Olhos emocionados por arestas severas
Lembram manhãs de outras doces eras
Onde o amor era a força do pensamento
.................................

16 comentários:

  1. Um belo poema
    Gostei muito!!

    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Excelente e melancólico soneto, recordando tempos de um amor vivido.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Os muros fazem sempre parte de uma "divisão" que pode dividir a solidão, do resto.
    Que esses muros não sejam demasiado altos a fim de deixar-te passar para o caminho da felicidade... podem sempre existir uns olhos tristes espreitando... mas com a esperança de um amanhã melhor !!!

    Note: AMEI ESTE POEMA.
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  4. Amigo Ricardo
    O seu belo poema revela uma imensa saudade da sua amada.
    Parabéns, pois continua a deslumbrar com os seus escritos.
    Obrigada.
    Um abraço
    Beatriz de Bragança

    ResponderEliminar
  5. Um soneto de uma grande saudades.
    bjs amigo Ricardo e um ótimo domingo.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  6. Parabéns pelo poema que está soberbamente bem escrito.
    Claro que gostei de mais dele todo, mas a última estrofe, mexe com o coração de qualquer ser humano.

    [Olhos emocionados por arestas severas
    Lembram manhãs de outras doces eras
    Onde o amor era a força do pensamento] ---» Saudade!

    É "apenas" mais um para juntares aos melhores.

    Beijio

    ResponderEliminar
  7. Muito bonito! às vezes fazes-me lembrar aqueles sonetistas de antigamente, pela nobreza de sentimentos no vocabulário utilizado, e pela forma.
    Poesia de qualidade!
    xx

    ResponderEliminar
  8. Cada dia uma nova riqueza poética...um poema fascinante e emotivo...magnificamente elaborado com emoçoes e palavras perfeitamente escolhidas...adorei Ricardo...uma noite feliz

    ResponderEliminar
  9. Você enfeita os dias com tanta poesia *- É sempre um prazer te ler aqui!

    Beijoo'o

    ResponderEliminar
  10. Poema cheio de ternura e carinho. Poeta de uma sensibilidade impar.

    ResponderEliminar
  11. Chega a emocionar o carinho que tem casa verso.
    Lindo de mais.

    Bjussssss

    ResponderEliminar
  12. Maravilhoso poema... um pouco triste!!

    Bom Domingo
    Bejos

    ResponderEliminar
  13. Boa tarde, poema revelador da solidão quando sentida, o mesmo é lindo.
    AG

    ResponderEliminar
  14. Boa noite amigo,
    Seu poema, apesar de triste é lindo.
    A solidão dói...
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  15. Soneto empolgante cheio de beleza e carinho. Como você escreve bem e nos encanta
    Beijinhos de admiração

    ResponderEliminar