quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Mulher que não me pertences ...

....

Mulher que não me pertences
Vem beber dos meus desejos
Vem conhecer outros mundos
Saborear os meus beijos
Nos teus anseios mais profundos
Vem sentir em ti o carinho
O sabor de uma carícia
Desfrutar do meu corpo com malícia
Mesmo sem eu te pertencer
Vem ver as estrelas nos iluminar
Enquanto dançamos à luz a lua
Quando encosto minha boca à tua
E sinto o teu coração me pertencer
Vem sentir-me dentro de ti
Ouvir como sussurram nossos sentidos
Quebrar os delitos proibidos
Ser minha mulher, minha amante
Nem que seja apenas por um instante
Matar os desejos que sentes
Receber meus beijos sensíveis e quentes
Meus lábios acariciando teu corpo
Viver a nossa paixão delirante
Nos amando loucamente
Dizendo-te baixinho, docemente
Vem mulher que não me pertences
................................

21 comentários:

  1. Senssualissimo poema, que qualquer mulher gosta de ler, e ouvir! Amei

    Beijito

    ResponderEliminar
  2. Lindo!
    Amei ler poeta sensível!
    Abraços!

    ResponderEliminar
  3. Um apelo sensual e intenso a uma "mulher que não te pertence" mas que toca a sensivelmente todas as outras que te lêem. Apelas à tua "musa" a entrar no teu "mundo", a sentir as tuas carícias, a desfrutar do teu corpo e viver essa louca paixão...por instantes...poema esplendoroso com o teu toque de sensualidade...adorei...continua sempre com esta inspiração que faz as mulheres delirarem...um abraço.

    ResponderEliminar
  4. Lourdes Piedade Patacas11 de dezembro de 2014 às 10:58

    Poema excelente, Adorei !, na verdade ninguém é de ninguém, mas
    há momentos na vida em que existem necessidades de quebrar os
    delírios da paixão, nem que seja por um instante, matar os desejos
    de algo.. mesmo só em poesia, Parabéns Ricardo, um beijo

    ResponderEliminar
  5. Eis um poema caliente, amigo Ricardo.
    Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um bom dia.

    ResponderEliminar
  6. Belíssimo!
    Às vezes o que mais nos pertence, é aquilo que só o coração possui.

    ResponderEliminar
  7. [ o desejo é também
    um rio que corre
    doce e calmamente para o mar ]


    beij0

    ResponderEliminar
  8. Intenso desejo... num SOBERBO poema, que faz sonhar sem limites a que o lê !!!
    Muitos parabéns!!

    Beijo

    ResponderEliminar
  9. Emotividade, sensibilidade, ternura num poema cheio de mensagem para uma mulher que não lhe pertence fisicamente mas lhe pertence em pensamento, deixando que a escrita aflore ao imaginário de qualquer mulher que leia estas palavras e conheça ou não o autor Ricardo águia livre. Achei LINDO
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Sensibilidade.... sensualidade...paixão....desejo por alguém traduzido em palavras harmoniosas e reais que tão bem sabes escrever! Lindérrimo....Amei

    GABI

    ResponderEliminar
  11. Manuela Pimenta ( Marisol)11 de dezembro de 2014 às 18:45

    Do mais lindo que já li aqui. Fascinante e comovente esse chamamento a uma mulher amada
    Beijos

    ResponderEliminar
  12. Lindo,sensual e romântico poema,amigo Ricardo.

    Estou sentindo falta de suas visitas.

    Beijos e ótimo final de quarta.

    Donetzka

    ResponderEliminar
  13. Ou muito me engano ou este maravilhoso poema é um autêntico convite ao adultério...! LOL
    Claro que não, são duas pessoas livres que não pertencem a ninguém...um belo convite ao experimentalismo...:-) Mas com muita paixão e romantismo. E sensualidade!
    Lindo, Ricardo!
    xx

    ResponderEliminar
  14. Wow.... Meu Deus... aqui nunca li nada assim... que bonito convite... Muito sensual e caliente.. amei amei...parabéns.

    ResponderEliminar
  15. Minha nossa Senhora!!

    Um convite...um desejo...um sussurro...um grito ao amor proibido...Um hino ao desejo.

    (Se o meu amor me fizesse uma declaração destas eu caia para o lado de emoção)...

    Sr Ricardo; Gostei de mais deste poema... lindo...sedutor...inspirado....e "excitante" ! lindo de morrer.

    Deixo a minha admiração, e um beijo

    ResponderEliminar
  16. Maravillhoso!!!! Amei a intensidade dos desejos,
    dos sentimento ciosos....
    Estou dando uma pausa e só retorno em janeiro/15.
    Postagem esse ano ainda sé no blog adulto. Tenha
    um feliz natal e um ano novo repletos de realizações.
    Bjusss

    ResponderEliminar
  17. Belíssimo poema poeta Ricardo, que simples palavras mas tão intensas, um poema que gostaria de ter sido eu a escrever.
    Parabens, gostei muito.

    Abraço

    ResponderEliminar
  18. Lindo, como eu senti este poema, bem de uma pureza, de um amor, de uma sensualidade, imensa, um conjunto de emoções ,que eu posso sentir, porque estou apaixonada .......

    ResponderEliminar
  19. Amigo Ricardo
    Um belo poema com um toque de erotismo!
    Muito sensual!
    Gostei imenso!
    Parabéns pela sua versatilidade.
    Bom fim de semana.
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderEliminar
  20. lindo meu amigo...faz sonhar qualquer mulhe, nem que seja o tempo de o ler.....beijos

    ResponderEliminar