segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Teu olhar é meu mar de ondas em devaneio

... / ...
.
Teu olhar é meu mar de ondas em devaneio
Êxtase do meu pensamento, sentir sagrado
Musa de meu sonho num acordar em anseio
Sorriso de amor por teus lábios ter beijado

Teu corpo flor de lótus em suprema realeza
Fagulha de alerta num coração apaixonado
Ardores de frescura que aclaram tua beleza
Em ondulações errando em amor iluminado

Aroma de flor campestre em coração querido
Faces rubescidas em vagas de mar atrevido
São teu corpo que frisas nas ondas do receio

Soltando em mim uma afeição de fé e ardor
Minha flor te confesso com todo meu amor
Teu olhar é meu mar de ondas em devaneio
...... / ......

29 comentários:

  1. LINDO, LINDO, LINDO

    Quando se confessa o amor pelas sua amada mostra todo o enorme coração que se possui
    E mais não digo
    Beijo

    ResponderEliminar
  2. lindo poema amigo, e tem graça parece os meus olhos .......beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Como não te aplaudir? LINDO! abraços, ótima semana,chica

    ResponderEliminar
  4. Sortuda, a mulher a quem este magnífico poema é dedicado!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Áh que poema tão emocionante e carinhoso... Tão lindo, mas tão lindo....Bem haja por nos brindar com maravilhas como esta.
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Parabéns...parabéns...parabéns....Desculpe se vou exagerar, mas como romântica que sou e apaixonada por natureza, devo dizer-lhe que este seu poema me serviu que nem uma luva... claro ou não fosse isto poesia, que poderá servir a qualquer um de nós!
    Adoro a sensibilidade e o carinho que aplica em cada palavra, frase ou verso.... É sempre uma emoção vir aqui... é que quando saio do seu blogue vou leve e feliz por encontrar algo que tenha a ver comigo... Muito obrigada.
    Não haverá Poetas a escrever tão bem como o Sr Ricardo.

    Deixo beijo

    ResponderEliminar
  7. Lindo de morrer.......................

    Juliana Oliveira

    ResponderEliminar
  8. Manuela Pimenta ( Marisol)27 de outubro de 2014 às 21:08

    AMO TODOS OS POEMAS DESTE BLOG. SÃO EXCEPCIONAIS, ME DELICIAM
    Abraço

    ResponderEliminar
  9. Bem...
    Ricardo; Isto é uma verdadeiro hino ao Amor... Meu Deus, um Poeta como tu não pode passar a vida no anonimato....
    Olha, já li tantos, mas tanto e tão bons que muito dificilmente consigo eleger o melhor .... mas este está SOBERBO....PARABÉNS!!


    Beijo

    ResponderEliminar
  10. Ainda existem mulheres felizes como deve ser a destinatário de tão romantico poema, cheio de mensagem e palavras doces.
    AMEI demais
    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Um poeta que escreve poemas de amor como não conheço mais ninguém.

    Grande abraço meu amigo e irmão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ups.... peço licença ao Poeta.
      Mas deixo um beijinho ao meu Amigo Pedras.

      Eliminar
    2. Grande beijinho minha querida amiga Cidália, de respeito e carinho desde estes confins do mundo
      Abraço sincero e de ternura e amizade

      Eliminar
  12. Belíssimo soneto, Ricardo.
    Adoro o romantismo e o amor que é cantado em seus versos.
    Parabéns pela sensibilidade poética!

    Abraço.

    ResponderEliminar
  13. Uma inspiração divida! amei

    Elisabete Lima

    ResponderEliminar
  14. Manuela Pimenta ( Marisol)27 de outubro de 2014 às 21:28

    FASCINADA E INVEJOSA DA DESTINATÁRIA
    ABRAÇO

    ResponderEliminar
  15. Um soneto em jeito de declaração de amor. Alguém que beijaste e nunca mais esqueceste. Muito bonito, Ricardo!
    Como disse a Cidália, é impossível eleger o melhor.
    Nunca mais desejarei sorte ao Glorioso...pelos vistos só dou azar!...:-(
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Laura Santos

      Gostei do teu exagero relativamente ao/s poemas/s

      Não dás azar...apenas coincidências...dentro do azar, lool

      Fica feliz
      xx

      Eliminar
  16. Logo, ao ler o título sentimos uma turbulência de sentimentos...com a continuação, a intensidade domina-nos e leva-nos ao êxtase total com tanto amor sentido...que doçura de poema... que paixão tão ardente... que beijo louco nunca esquecido... que musa tão poderosa que arrebatou o teu coração com o seu olhar tornando teu mar de ondas em devaneio...SOBERBO Ricardo...um dos melhores que já li...com o romantismo no expoente máximo aliado à tua sensibilidade nata

    ResponderEliminar
  17. Adorei o seu blog e já estou a seguir :D
    beijinhos,
    Daniela

    http://ddocesonhadora.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  18. Ai que lindo poeta!
    Adorável soneto.
    Doces bjusssss

    ResponderEliminar
  19. Sorrisos de amor *-*
    Muito lindo, adorei!

    Beijoo'o

    ResponderEliminar
  20. Maravilhoso poema!

    ResponderEliminar
  21. Comparar o olhar com o mar é simplesmente divino.
    Lindos versos amigo Ricardo.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  22. Que lindo!!!!
    Temos que agradecer a sua musa, por essas inspirações.

    ResponderEliminar
  23. um soneto que é uma declaração de amor do Poeta à sua musa...

    :)

    ResponderEliminar
  24. Que hino ao amor, meu amigo.
    Gostei imenso.
    Desejo muito que se encontre bem.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  25. Lindíssimo soneto! Uma mistura de sentimentos; de olhares,êxtase e amor...
    Parabéns!!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar