domingo, 19 de outubro de 2014

Água cristalina que lava meu coração

...*...
.
Água cristalina que banha meu coração
São teus beijos, que docemente
Encantam minha razão de viver
Num sonho qual génio da ilusão
Finas gotas de formosura
Aromas de tanta ternura
Nas tuas caricias que quero ter
Sensações de amor em alma carente
Olhares ternos na forma permanente
Que saem da tua alma tão melodiosa
Carinhos doces numa rima harmoniosa
Nos versos que para ti escrevo
No vigor do amor a que me atrevo
Dedicar-te num poema carinhoso
Que recebes em sorriso e desejo
Deixando a tua voz embargada
E num gesto cheio de tudo e de nada
No silêncio da tua almofada
Selas nosso amor num açucarado beijo
..............


23 comentários:

  1. E num gesto cheio de tudo e de nada
    No silêncio da tua almofada
    Selas nosso amor num açucarado beijo
    ............
    Que versos maravilhosos cheios de uma mensagem encantadora. É LINDO o poema.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Que calor... Um poema repelo de carinho, ternura, doçura, e amor!! Eu como uma pessoa apaixonada, reforço aqui nos seus poemas o sentimento que tenho pelo meu Amor.
    Obrigado por me permitir lê-lo .... O Amor é lindo, como água cristalina que lava um coração.

    Bom Domingo.
    Deixo-lhe um beijo.

    ResponderEliminar
  3. Manuela Pimenta ( Marisol)19 de outubro de 2014 às 14:57

    Poema de amor emocionante que deixa um coração apaixonado completamente derretido
    Bjs.

    ResponderEliminar
  4. Ohhhhh que doce.... tão apaixonado....
    Doce bj

    ResponderEliminar
  5. Apaixonadamente lindo... felizarda da Musa.

    Juliana Oliveira

    ResponderEliminar
  6. Um poema cheio de amor e carinho, para felicidade da destinatária
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Pois... Mais uma vez parabéns Ricardo!! Mas que bela inspiração, que me deixou deliciada, estou também emocionada pelo teu soberbo poema! Não há palavras para te descrever. Apenas me orgulho em ler um GRANDE POETA.

    Beijo

    ResponderEliminar
  8. Numa tarde de Domingo ler assim uma perola destas, é mesmo de nos deixar de apetite para os beijos açucarados.

    Bjs

    Elisabete Lima

    ResponderEliminar
  9. Li e arrepiei-me o que prova a doçura das palavras que dão vida ao poema. Que bonita e forte inspiração do autor
    Beijo doce

    ResponderEliminar
  10. Poema ardente de emoções profundas...amor tão puro como um verdadeiro cristal...deixa transparecer eloquentemente toda a intensidade dominante...senti-me envolvida por tão cristalinas palavras que me fizeram voar...em pensamento...SOBERBO Ricardo...uma sublime inspiração para um domingo de sol radioso.

    ResponderEliminar
  11. Que ternura!! Lindo, lindo!!

    beijoo'o
    flores-na-cabeca.blogspot.com

    ResponderEliminar
  12. Que doçura de poema... É uma emoção quando entro aqui e encontro maravilhas como esta poesia. Muito adorável.
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Deliciosamente belo e ternurento. Entra na alma e no coração de quem é romântico e aprecia poemas de amor. Está fascinante
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  14. Água cristalina que banha meu coração
    São teus beijos, que docemente
    Encantam minha razão de viver
    Num sonho qual génio da ilusão
    Finas gotas de formosura
    Aromas de tanta ternura
    .
    ARREPIANTE PARA O CORAÇÃO
    Beijo

    ResponderEliminar
  15. Olá, Ricardo
    Poemas de amor fazem alegrar o coração...
    Abraços fraternos

    ResponderEliminar
  16. Boa tarde. poema cristalino que encanta a sua maneira de escrever (poetizar).
    AG
    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  17. Ui, ui... Que maravilhoso poema cheio de amor. ;-)

    ResponderEliminar
  18. um poema terno e cheio de amor, quase uma declação.

    :)

    ResponderEliminar
  19. Olá, Ricardo! Bom dia.
    Lindos versos, em um poema que se estende pela página de maneira tão espontânea, até o coração do leitor.

    ResponderEliminar
  20. Palavras que sempre nos encantam com todo esse amor de amar.
    bjs amigo Ricardo.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  21. Amigo Ricardo
    O poder dos beijos, descrito num belo poema!
    Parabéns.
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderEliminar