quarta-feira, 21 de maio de 2014

Me deixo adormecer em teu abraço...

( Imagem da net )
.
Amo-te de coração, minha pura flor
Nos meus ideais és minha verdade
Amo-te em meus devaneios de amor
Em minha transparente realidade

Caminham meus passos em saudade
Vendo no além teu carinho constante
Que me faz viver sonhos de liberdade
Dentro da felicidade do meu instante

Amo-te no sorriso, forma comovente
Amor salutar, gerado na grandeza
Do teu olhar de desejo permanente

Qual anseio de carinho sem cansaço
Bebendo amor de tua sensual beleza
Me deixo adormecer  em  teu abraço
.

22 comentários:

  1. Sempre com poemas fabulosos provando como é extensa a tua sensibilidade e imaginação

    Grande abraço amigo Ricardo

    ResponderEliminar
  2. Qual anseio de carinho sem cansaço
    Bebendo amor de tua sensual beleza
    Me deixo adormecer em teu abraço
    ,,,,,,,
    LINDO, LINDO, LINDO

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Que belo soneto!
    Uma imaginação poética extraordinária, Ricardo!
    xx

    ResponderEliminar
  4. Versos sempre com muito romantismo e amor.
    Lindo amigo Ricardo.
    Bjs
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  5. Lindo soneto! Um abraço daqui do país da Copa. Tenhas um bom dia.

    ResponderEliminar
  6. Adoro sonetos e o seu é de uma beleza imensa. Sou sua seguidora número 300.
    Abraços,
    Renata Cordeiro

    ResponderEliminar
  7. Boa tarde Poeta!
    Doçura e ternura não falta...Carinho e amor também não...Só um coração como o teu nos oferece um poema soberbo como este!!! Parabéns.
    Amei ler...


    Beijinho.

    ResponderEliminar
  8. Admirável soneto de uma beleza impar coroada de uma sensibilidade humana maravilhosa, só ao alcance de alguns predestinados poetas. Adoro ler os poemas escritos pelo Ricardo águiaLivre.
    Abraço

    ResponderEliminar
  9. A Tua maneira de escrever poesia é tão apaixonante, que deixa qualquer coração feliz.

    PARABÉNS.ADOREI

    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Admiro quem consegue manejar com a sua mestria este "chicote de catorze pontas" que é o soneto.

    Seja feliz nos braços de quem ama, Ricardo!

    ResponderEliminar
  11. Bom dia Ricardo.. deixa eu ter minha donzela.. é exatamente o que teus versos retratam que farei assim como já versei sobre isso algumas vezes tb.. lindos versos amigo poeta e grato pelo comentário abração

    ResponderEliminar
  12. Oi Ricardo,
    Nossa! Que coisa linda sua poesia.
    Um amor desse não há nada que o substitua.
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  13. lindo sabe tão bem ler estes poemas,fabuosos e cheios de ternura, nunca te cales, Ricardo, sê feliz, e faz o mundo mis belo. Um beijo

    ResponderEliminar
  14. Manuela Sotto Mayor21 de maio de 2014 às 18:00

    Poeta maravilhoso com uma forma de fazer poesia encantadora que nos prende à leitura.
    Beijo de admiração

    ResponderEliminar
  15. Mais um poema para juntar ao coração e deixar cair uma lágrima de admiração pelo bom gosto do seu autor. Tudo o que escreves é lindo
    Beijinhos e abraços.
    Filomena

    ResponderEliminar
  16. Lourdes Piedade Patacas21 de maio de 2014 às 18:52

    Seja qual for a hora , sabe sempre bem ler um poema que me encanta e me deixa feliz, aqui estou Ricardo ! deixando o meu testemunho , e dizer te . como adoro os teus poemas. nunca deixes de nos encher o coração, obrigada

    ResponderEliminar
  17. O poema é belo... e a imagem é interessante... flores que formam um rosto...

    ResponderEliminar
  18. Oi tio Ricardo
    Obrigado pela primeira visita ao nosso cantinho.
    Aqui mora a alegria e felicidade, houvi dizer que o senhor é escritor...
    Um beijo da criançada do
    Mundo dos Inocentes

    ResponderEliminar
  19. Amigo Ricardo
    A sua declaração de amor é maravilhosamente poética!
    Muitos parabéns.
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderEliminar