quinta-feira, 22 de maio de 2014

Deito-me só, pensando nela...

( Imagem da net )
.
Chega a noite
Acontece o amanhecer
O seu lugar vazio
De recordações do seu ser
Nas memórias que fantasio

Lembranças que voltam
Nas lágrimas secas de água
Caindo em lenço de papel
Já não sabem a mel
Nessa solidão que me embriaga

Abro a janela, visão de luar
Noites acordado, memória singela
Frescos ventos lembram-me que ela
Chorando, coração dilacerado
Fez promessas de voltar

Alvos lençóis, folhas de alecrim
Em que tão feliz e tão bela
A via deitada sorrindo para mim
E agora, tristeza sem fim
Deito-me só, pensando nela
......................

14 comentários:

  1. bom dia meu amigo, mas que solidão e sentimentos lindos, mas tristes, um abraço muito grande,continue com um pouco mais de alegria..assim ficamos tristes também, mas é lindo, lindo.

    ResponderEliminar
  2. Lourdes Piedade Patacas22 de maio de 2014 às 10:53

    A noite trás lembranças , umas vezes com mais alegria, outras nem tanto, mas com a visão de luar a solidão se transforme em recordações que saibam ao mel de outrora. Gostei do poema , embora triste.

    ResponderEliminar
  3. Que recordação triste, essa. Mas se ela prometeu voltar, decerto voltará.
    Belo poema.
    xx

    ResponderEliminar
  4. Que saudade sofrida.

    E a esperança no seu regresso?

    Espero que o amor se reencontre.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Essa solidão é que amargura um coração,deixando uma saudade.
    Lindo amigo Ricardo.
    Bjs Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  6. Lindo poema, amigo Ricardo. Um abraço daqui do país da Copa. Tenhas um bom dia,.

    ResponderEliminar
  7. Boa tarde Ricardo

    Embora triste, mas muito belo!!! Nunca estarás sozinho!!

    ""Abro a janela, visão de luar
    Noites acordado, memória singela
    Frescos ventos lembram-me que ela
    Chorando, coração dilacerado
    Fez promessas de voltar""

    ...Lindo se prometeu voltar, voltará certamente, ao teu imaginário de verdadeiro Poeta!

    Amei...Parabéns.

    Beijinho, e um dia Feliz.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/




    ResponderEliminar
  8. Oi Ricardo,
    Linda poesia de solidão
    Mas, com certeza, o amor prevalecerá trazendo-a de volta
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  9. Bom dia Ricardo

    Eu acredito que o momento em que a solidão mais bate é a noite, quando ficamos sozinhos.
    Eita momento cruel rs...

    ResponderEliminar
  10. Uma ausência ... um céu estrelado ... um amor distanciado...o deter o sentimento ... sobre o tempo a lembrança permanece lembrada ... sobre o tempo o tempo vêm e decerto virá a amada virá também ... Quem espera na paciência sempre alcança diz o adágio certeiro!

    Está belo e triste...mas uma esperança ténue luz no oculto das palavras!

    ResponderEliminar
  11. Mas ela esta com vc, pq vc a tem no pensamento...

    Beijos...

    ResponderEliminar
  12. A dor da saudade e a expectativa do retorno. Belos versos. Abraço.

    ResponderEliminar
  13. Este Poeta deixa-me atordoada... Triste lindo poema de Amor!

    Beijo

    ResponderEliminar
  14. Amigo Ricardo
    A saudade tem destas coisas:Faz-nos voar nas asas da imaginação e transporta-nos para mundos em que tristeza e inspiração se conjugam!
    Daí o resultado: um belo poema. Parabéns.
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderEliminar