domingo, 6 de abril de 2014

Sinto em mim Sol de amor...

( Imagem da net)
.
Sinto em mim sol de amor a iluminar
Que me aquece em copiosa ansiedade
Como sereias que cantam em alto mar
Fazendo declinar em mim, a saudade

Em minha mente aquecida por tua voz
Ressoam sorrisos da tua alma virtuosa
Como se navegasse por mares e nós
Levando em mim tua luz maravilhosa

Em meu coração transporto tua oferta
Uma rosa vermelha, em pétala deserta
De malvadez ou indigência de vaidade

Pois em mim ecoam poemas dispersos
E todo o afecto que ponho nos versos
São ondas do mar pela tua felicidade
.

11 comentários:

  1. Boa tarde Poeta!

    E Depois de tantas emoções ainda tiveste inspiração para nos presentear com Poema destes!

    Puxa Ricardo, Quando é que escreves algo que não tenha "Graça"?
    Sim, porque este Poema é muito bem escrito, e deve fazer parte dos teu melhores!

    Como é lindo o iluminar do teu sol
    Como é doce, o teu coração de Poeta
    Que com tua linda voz de rouxinol
    Nos oferece a ler, poesia como esta

    Beijo ..... Amei!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. maravilhoso...Obrigado Cidália Ferreira pela cumplicidade e carinho

      Beijo

      Eliminar
  2. Vim parabenizar vc pelo livro
    Elogiar seu poema
    Desejar muito sucess$$$$000000
    Que Deus continue a abençoar suas ideias para
    escrever sempre o melhor
    Abraços meus felicidades mil

    Tenha uma bela semana
    Bjusss com carinho
    _______Rita!!!!

    ResponderEliminar
  3. Con el sol como guia. Bellisimo
    Abrazos

    ResponderEliminar
  4. Oi Ricardo,adorei "esse sentir em mim o sol
    de amor à iluminar".
    São raios dourados que entram n'alma de um coração apaixonado.
    Parabéns por tão lindo poetar.
    bjs
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  5. Olá Ricardo

    Mais um poema lindo que nos faz navegar nas asas do desejo e nas convulsões do amor.
    O Ricardo escreve de uma forma que encanta as mulheres pois faz das palavras perfeitos hinos em soberbas declarações de carinho e ternura
    Parabéns pelo seu livro e npela apresentação que pelo que li noutra sua publicarão foi um sucesso. Gostava de ter um livro seu visto que deve ter poemas de deixar.nos presas à leitura
    Pode ser que um dia o compred
    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Um soneto muito bonito, de entrega de felicidade ao outro.
    É assim, a felicidade está em ti neste momento e o teu desejo é partilhá-la. Felizmente tens com que partilhar todo essa ondulação de felicidade.
    xx

    ResponderEliminar
  7. Um poema simples e belo... como o sol de amor a iluminar...

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde,
    Para si é fácil poetar sempre com lindos poemas.
    Abraço
    ag

    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Amigo Ricardo
    Sentir sol de amor pela felicidade do ser amado! Grandioso!
    Gostei imenso.Muitos parabéns. A sua poesia é óptima.
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderEliminar