terça-feira, 15 de abril de 2014

Sentei-me sobre o areal ...

.

Sentei-me sobre o areal
Esperando as palavras do mar
Trocámos ideias
Rimos, chorámos, cantámos
Canções de embalar
Versos soltos, sem rima
Falou-me de ansiedades,
Tormentos, saudades
Do seu vai e vem sem fim
Na procura de um destino
Se calhar inserto em mim
Senti sua beleza, frescura
Afagos de amor, ternura
Indiferença, solidão
O chegar das suas águas
Onduladas, serenas, imensidão
Cumplicidade, reflexão
Sorrisos, porventura
Da gaivota que voava
E que me olhava
Talvez sem perceber
Até parecia querer dizer-(me):
Que fazes aí, Criatura?.
.

25 comentários:

  1. Bom dia Ricardo

    O Mar como inspiração... Poema muito bonito,

    Quantas vezes nos apetece desabafar com o mar
    Porque o mar é o balsamo para a nossa alma
    Simplesmente porque com ele podemos chorar
    Não nos condena, e simplesmente nos acalma.

    AMEI.

    Tem um dia feliz
    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Poema maravilhoso como são todos o que nos oferece
    O Mar como fonte de inspiração
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Deslumbrante, poema lindo como o Mar e o teu coração
    Beijo

    ResponderEliminar
  4. Arrepiante de ler, tão bonito
    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Lindo como sempre
    Adorei o final

    Que fazes ai criatura........

    Tenha um super dia feliz Sr poeta !!

    Bjuss de bom dia de chuva

    _________Rita!!!

    ResponderEliminar
  6. o mar serve muitas vezes de inspiração e refúgio a todos nós...

    muito belo!

    :)

    ResponderEliminar
  7. Oi Ricardo,
    Parece que fez a poesia sentado na areia perto do mar. ficou linda.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  8. Mar...eterna matéria prima!
    Lindo poema, Ricardo, com sabor de sal...
    Beijo

    ResponderEliminar
  9. Que lindo, amo o mar, sempre me inspiro nele!
    Amei ler!
    Abraços!

    ResponderEliminar
  10. Manuel Pinto Azevedo15 de abril de 2014 às 13:18

    Um poema maravilhoso escrito por um soberbo poeta que faz das palavras e rimas, versos de uma qualidade exemplar.
    Inspiração divina de um coração poético. Lindo de morrer.
    Abraço

    ResponderEliminar
  11. O mar é sempre a nossa fonte de inspirações.
    Poema muito lindo amigo Ricardo.
    Bjs
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  12. Conversar com o mar, que poema inspirador de almas solitárias na essência da vida, mas muito acompanhadas pela frescura divina das águas ndo Mar que purificam a nossa alma. Parabéns pelo poema que não é mais que um hino à sensibilidade do seu autor
    Confesso o meu gosto por esta forma de fazer poesia
    Beijo

    ResponderEliminar
  13. O mar nos entende, sempre nos acolhe e escuta... lindo! Um bj

    ResponderEliminar
  14. Isso tudo deve dá uma paz.....

    bom diaaaaaa =)

    ResponderEliminar
  15. Um dos seu poemas mais lindos!

    Fique bem, rrs

    ResponderEliminar
  16. [ somente aquelas pessoas
    que são capazes de estar sozinhos
    são capazes de a-mar ]


    beij0

    ResponderEliminar
  17. Amigo Ricardo
    Divagando sobre o mar!
    Um belo e sentido poema,repleto de sinceridades.
    Parabéns
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderEliminar
  18. O Mar o extremo que se toca ... o profundo..calmo...a revolto e temerário! nos dá a ilusão do horizonte imaginável no nosso pensar ..do sol a nascer emergir e do por do sol a submergir nesse mesmo mar ... Adoro o mar...inspirador ...e nos capta totalmente o nosso olhar e o divagar ...todo o ser humano está intrinsecamente ligado a ele!

    ResponderEliminar
  19. Belo poema, Ricardo. O mar tem por vezes uma linguagem tão indecifrável que acabamos por ter sempre é de encontrar todos os significantes e significados dentro de nós...só que por vezes também somos seres demasiadamente ilegíveis.
    Gostei do final : "Que fazes aí criatura?"...:-)
    xx

    ResponderEliminar
  20. O poema escrito por este autor que mais gostei de ler até hoje
    O mar é envolvente e inspira sempre os bons poetas
    Felicidades

    ResponderEliminar
  21. Que show amigo Ricardo !
    Vejo que continuas inspiradíssimo !
    Amei ler- te !

    Beijos no coração !

    ResponderEliminar
  22. Buscou uma excelente inspiração, beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  23. Lindo esse esvoaçar de gaivota que pressentiu alguém especial para além do mar que a cercava, onde ela voava!

    Amei! Maria luísa

    ResponderEliminar