terça-feira, 8 de abril de 2014

Geram em mim sentimentos puros...

.

Meu amor! minha flor! pétala menina
Olha meus olhos como fios de água
Põe a mão em meu peito, rosa divina
Deixa sair de teu coração essa mágoa

Teu corpo de cintura graciosa e fina
Rosto emoldurado em folhas de trigo
Teu beijo de sabor, frágua cristalina
São anseios que trago sempre comigo

Nasce em campestres, floridos montes
Água cristalina de apaixonadas fontes
Como grãos de trigo sólidos e maduros

Flores primaveris de odor perfumado
São os teus olhos de amor desejado
Que geram em mim sentimentos puros
.

11 comentários:

  1. Estou mesmo sem palavras pois o Ricardo águia-livre em cada poema me surpreende mais pela criatividade e beleza.
    Lindo de morrer
    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Lourdes Piedade Patacas8 de abril de 2014 às 18:53

    Poema maravilhoso, adorei,; nada mais puro que um rosto emoldurado em folhas de trigo em montes floridos, Parabéns poeta Ricardo por mais um poema que nos embriaga
    com o seu perfume

    ResponderEliminar
  3. Maravilha das maravilhas, que sempre me encanta ler

    Ricardo quero um livro e vou mandar mail para o seu mail do blogue

    Beijo

    ResponderEliminar
  4. Pois... Muito complicado... O Ricardo cada dia nos surpreende mais...É como eu digo fecho os olhos e deixo-me embalar pelos campestres floridos... perfumado de soberbos poemas...

    Os teus poemas são um balsamo para a minha alma. AMEI
    Parabéns Poeta.

    Beijo

    ResponderEliminar
  5. Olá Ricardo

    Amei mais este teu poema que nos envia para os montes floridos com a água em cascata fresca e tão saborosa. Nessa vertente se encontra a paz e o amor que fazem do coração a perfeição e o sentimento mais lindo e puro

    Como já sabes estarei em Portugal na data que já te disse e não te esqueças de guardar o meu livro com a tua dedicatória.
    Beijinho Ricardo e até breve

    ResponderEliminar
  6. Pureza e beleza de sentimentos banhados pelas fontes e flores dos montes, sempre perfumados e deliciosos.

    Isto que li é de sonho

    "Nasce em campestres, floridos montes
    Água cristalina de apaixonadas fontes
    Como grãos de trigo sólidos e maduros

    Flores primaveris de odor perfumado
    São os teus olhos de amor desejado
    Que geram em mim sentimentos puros "

    Maravilhoso
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Muito lindo Ricardo.
    Nossas inspirações ficam além das nossas imaginações.
    Amanhã falarei também sobre os grãos dos trigais.
    bjs amigo
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  8. Um belo cântico de amor à tua amada. Muito bonito.
    xx

    ResponderEliminar
  9. Um poema muito sedutor. Escreve muito bem
    Abraço

    ResponderEliminar
  10. Amigo Ricardo
    Um soneto que é um hino à mulher amada!
    Lindo!
    Muitos parabéns.
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderEliminar
  11. Belo demais,Ricardo.Profundo,meigo e um "menina' que adoro.Todas as mulheres deveriam ser chamadas de Menina_Mulher,como um poema meu.

    Beijokas e ótima semana

    Donetzka

    ResponderEliminar