domingo, 16 de março de 2014

São viçosos os delírios..,.

...............................................

São viçosos os delírios do sossego
No acordar de um devaneio saciado
Sente-se o soltar do peito sem apego
Num sorriso de amor tão desejado

Na solidão da apetência em quimera
Solta-se a emoção de um amor vadio
Lembram-se as estações, é Primavera
O luar é calmo como água de um rio

O olhar fica ligado em sensibilidade
Exala apetências de amor e liberdade
Num corpo solitário pela imensidão

Não consegue fugir da calma ternura
Deixando entrar a meiguice mais pura
Que preenche de amor nosso coração
....

13 comentários:

  1. Os Grandes Poetas são assim
    Gostam de oferecer boa Poesia
    É uma energia que sinto em mim
    Por gostar de te ler, com alegria

    Continuas a surpreender
    És como a calma da lua
    Escreves para agente ter
    O livro com assinatura tua

    Ricardo, parabéns por mais um soberbo Poema…

    Beijo


    ResponderEliminar
  2. A Primavera é uma estação tão inspiradora...!
    "O luar é calmo como água de um rio". Este verso e os dois tercetos estão perfeitos.
    xx

    ResponderEliminar
  3. Delirante teu soneto. Adoro a primavera e sinto-me viçosa tal qual esta estação... sempre.
    Um abraço e desejo sucesso com o lançamento do teu livro, mereces.

    ResponderEliminar
  4. A primavera é mesmo uma estação linda, perfumada e inspiradora!

    Lindo poema! Parabéns!

    Beijos!

    ResponderEliminar
  5. Maravilhoso poema!
    Abraços....Araan

    ResponderEliminar
  6. Ternura e Meiguice em seus delicados e doces versos =)

    ResponderEliminar
  7. Belíssimo poema e acredito que o teu livro vai ser um sucesso...As pessoas estão desejosas de uma primavera sempre à mão...Felicidades.
    Quis seguir-te mas...diz que não é possível!!!
    Estou no meu blogue Zambeziana!
    Um abraço Graça

    ResponderEliminar
  8. Amigo Ricardo
    Aonde nos podem levar os delírios do sossego?!
    A um belo soneto de amor!
    Muitos parabéns.
    Uma boa semana.
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderEliminar
  9. É sempre um emoção quando se visita este cantinho, pela cor, pela música que nos toca, e pelos tão belos Poemas que nos fazem pensar muito.

    Este, é mais um daqueles que amei ler. Parabéns, Ricardo.

    Desejo-te muito sucesso no lançamento do teu 1º, de muitos Livros.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  10. Lindo!
    uma ótima semana para ti.
    abração com carinho

    ResponderEliminar
  11. um soneto cheio de amor e ternura.
    muito belo!
    :)

    ResponderEliminar
  12. A imagem me fez lembrar do Alentejo. Me deu saudades.
    E lá vivi dias de carinho e ternura, que seu poema também me fez lembrar.
    abraço

    ResponderEliminar
  13. É Primavera em Portugal,uma época especialmente linda e encantadora,eu adoro tudo o que são boas flores e a primavera é onde se encontram mais jardins totalmente floridos!! Beijinhos e desejo-te as maiores alegrias e sucessos!! http://sandrasofiaafonso1.blogspot.pt

    ResponderEliminar