segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Caminho por veredas entre trigais...

***

Entre o trigal encontro o meu caminho
Embriagado pelo perfume de uma flor
Onde exalo promessas de tanto carinho
Por alvoradas pétalas do teu lindo amor

Olhares turvos em púrpura de fascinação
Escondo vendavais deste encantamento
Entre searas de espigas loiras de paixão
Deixo ficar lágrimas do meu sofrimento

Palavras que envio através do meu olhar
No isolamento do meu próprio caminhar
Onde deixo esperançar meu pensamento

Encontro as noites em que sonho contigo
Sinto-te sorrir sobre o meu ombro amigo
Fazendo dos teus afagos o meu momento
...

28 comentários:

  1. Aqui leio um soneto encantador amigo Ricardo!
    Adorei cada palavra.
    Parabéns!
    bjs
    Carmen Lúcia-mamymilu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carmen Lúcia

      Sempre com palavras amigas e de uma simpatia louvável

      Abraço

      Feliz Natal

      Eliminar
  2. Embriagada pelo perfume
    Fiquei eu com este Poema
    Vir aqui já é meu costume
    E ficar num grande dilema

    Pelo valor que este tem
    Fica difícil de comentar
    Apenas sinto… porém
    Que me deixou a pensar

    De tantos que já escreveste
    Todos são de elevado valor
    Amei este que descreveste
    Mostrando sentimento de Amor

    Parabéns!! Apenas para te dizer que Amei este Soberbo Poema!

    Beijo- Uma semana Feliz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A alma de poetisa em evidência desta quadras maravilhosas


      Feliz Natal

      Beijo

      Eliminar
  3. Embriagada fiquei , lento tão magnífico soneto!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mona Lisa

      Pelas tuas palavras tão queridas mostras o amor de mulher que és...Linda

      Feliz Natal

      Abraço

      Eliminar
  4. Bom, eu ia responder com uma quadra,
    mas desisti.... para não tirar o encantamento
    dos teus lindos e sentidos versos.
    Maravilhoso! Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Nádia Santos~

      Podes sempre responder como quiseres...És uma musa para o meu coração

      Fica feliz´

      Bom Natal

      Eliminar
  5. Oi Ricardo,
    Poema de amor espetacular diferente da frieza do meu conto.
    É apenas um conto, mas nem tudo são flores.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Dorli

      Obrigado pelo carinho...Sempre amiga e sedutora

      Fique feliz

      Bom Natal

      Eliminar
  6. Que lindo poema Ricardo, me fez lembrar de uma pessoa que um dia foi muito especial em minha vida..´´eeee a vida que se segue, kkk
    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Olá!!!, Deus seja contigo, tenha uma semana abençoada, amigo que
    belo soneto amei, SUCESSO AMIGO.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderEliminar
  8. Um trigal resultante de uma boa sementeira, se as espigas estão tão loiras. Pena que existam já tão poucas searas. Mas perfume de flores é sempre possível encontrar, pelo menos na Primavera.
    Muito sentimento nesse caminhar.
    xx

    ResponderEliminar
  9. Que lindo, sem palavras. Você escreve muito bem.

    BLOG: NAHBOA?!
    FANPAGE: NAHBOA?!
    TWITTER: NAHBOA?!

    ResponderEliminar
  10. Que lindo!
    Eu nunca vi um trigal, nem sei como é, mas adorei!
    Deve ser algo mágico, dourado, se sem ver já adorei, imagino vendo.
    Lindo demais!
    beijos
    Ritinha

    ResponderEliminar
  11. Boa tarde Ricardo.. eu vejo tanta beleza em tudo que tu escreve meu amigo,, só não me conformo que tu não metrifique e transforme a poesia em sonetos.. vc é grande poeta.. abração

    ResponderEliminar
  12. Boa tarde,
    Soneto maravilhoso escrito com grande capacidade como sempre o é.
    Abraço
    ag

    ResponderEliminar
  13. Quando encontramos o nosso caminho e temos a sorte de ficarmos junto a quem se gosta , que bom...

    Feliz quadra festiva, doce Natal e excelente 2014 em boa companhia

    ResponderEliminar
  14. Belíssimo como tudo o que escreve,Ricardo.

    Viajo dia 21 e só retorno depois do Reveillon.

    Que seu Natal e Ano Novo sejam cobertos de bênçãos e alegrias!

    Obrigada por ter me acompanhado esse ano.

    Beijinhos

    Dryka



    Blog Suas Histórias Nossas Histórias

    ResponderEliminar
  15. Ai, ai, amor entre trigais.

    Venha a primavera!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Que lindo poema, Ricardo!
    Feliz Natal para vc e familiares
    Beijos com carinho da amiga, Araan
    Sinto a sua falta no meu simples blog
    Muita paz!

    ResponderEliminar
  17. Amigo Ricardo
    Que soneto!
    Como consegue criar tão lindas metáforas!!! Muitos parabéns.
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderEliminar
  18. Oi Ricardo,passando para desejar-lhe um Feliz Natal e um 2014,com muita luz.
    bjs amigo
    Carmen Lúcia

    ResponderEliminar
  19. Olá Ricardo

    Venho agradecer todo o carinho que me foi dado durante estes 7 meses de blogueira.

    Que todos possamos ter muita Paz, Amor harmonia… e, principalmente Trabalho. Sermos honestos dignos, e respeitar o próximo!

    Que não nos falte nunca a vontade de sorrir.

    Talvez abrande no blogue e visitas, pois estarei de férias merecidas na Suíça. Juntos das pessoas que amo, mas prometo se puder dar notícias .

    Desejo-vos um Santo e Feliz Natal, e um ano de 2014 repleto de positividade

    Abraço-te com carinho, e obrigado por tudo


    Beijo

    ResponderEliminar
  20. Olá, Ricardo!

    E o caminho faz-se, caminhando, como vulgarmente ouvimos dizer.
    O caminho que refere na sua poesia, é outro, é o caminho, a vereda do amor, onde sente cada passo, cada pegada, cada gesto, com ternura e felicidade. É BONITO!

    TENHA UM FELIZ NATAL E UM BOM ANO NOVO.

    Abraços, com estima.

    ResponderEliminar
  21. Que lindo. Quanta pureza!
    Nem sei o que falar, pois todos acima já disseram todo meu pensamento. Você é um grande poeta. Amém !

    Fique na paz,
    Dan.
    http://gagopoetico.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar