quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Todo o açúcar do meu beijo

..*..

Se o amor chegou, venceu
Como vento vindo do Norte
Não sei como aconteceu
Pois não me calhou essa sorte

Se chorar fosse prova de gostar
Eu choraria no teu regaço
Para saberes que eu te amar
É mais forte que um abraço

E num carinho adocicado
Como prova do meu desejo
Te daria em prato iluminado
Todo o açúcar do meu beijo
.

10 comentários:

  1. Quanta doçura tão meiguinha. Que bonito
    Beijo

    ResponderEliminar
  2. A mim ninguém me oferece beijinhos em pratros iluminados, será que não mereço?.
    Muito bonito mo poema e tão doce de ler
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Doces versos nesse lindo poetar.
    bjs amigo Ricardo.
    Carmen Lúcia-mamymilu

    ResponderEliminar
  4. Uffa

    Que dizer de tanta doçura??
    Deste tão doce Poeta
    Que escreve com tanta ternura
    Que nem é preciso Dieta...

    Lool... Como sempre DIVINA DOÇURA..... Os olhos também comem. Amei!

    Beijo


    ResponderEliminar
  5. Um doce de poema!

    Quanta ternura e amor!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. Nossa, senti tudo açucarado por aqui, ainda bem que não sou diabética. (rsrsr0
    Lindos versos, bjus.

    ResponderEliminar
  7. geralmente todos os beijos são doces....

    ternura nestes versos.

    bom final de semana.

    beijos

    :)

    ResponderEliminar
  8. Caro Ricardo
    Que doçura! Quanta ternura e carinho! Que bela declaração de amor!
    Muitos parabéns
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderEliminar