segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Olho o destino ... a chorar

( Imagem da net)
******

Olho o destino
Um espaço sem espaço
Para a melancolia
Voam as aves em sintonia
Correm os rios noite e dia
Sempre na mesma direcção
Procuram chegar
À outra margem
Sem paragem
Para pensar
Na sua solidão
Olho a Rua
Ninguém caminha
Como antigamente
Havia saudações de bom dia
Boa tarde, boa noite
Quando nessa passear se podia
Sem medo da sombra
Ou de uma má companhia
Olho o céu
Nuvens que parecem deslizar
Na pureza de um olhar
Azul permanente
Amigo, carente, reluzente, 
Na forma de estar
Perco o tino
Por tudo amar
Mas parando para pensar
Sinto que...
Olho o destino
A chorar
.

19 comentários:

  1. Bom dia... e o destino por aí... dificil falar dele, pois sempre aparece uma nova surpresa, sempre vem trazendo novas pessoas e mudando o curso de nossa história...

    bjs
    Excelente semana
    Ritinha

    ResponderEliminar
  2. É tão lindo....que me deixou sem palavras!!!!! O DESTINO é por vezes incontornável...mas os olhos com que vês a vida e aprecias a natureza é de um coração tão puro que me comove e regozijo-me por ter a tua amizade!!!! És lindo!!!

    GABY

    ResponderEliminar
  3. Bom dia, lindo como todos os poemas que leio por aqui!
    Destino, ah, sempre queremos cheio de amor, alegrias, que seja assim então, mas que não seja para chorar a não ser de prazer em viver!
    Abraços e tenhas uma linda semana!

    ResponderEliminar
  4. O destino traz-nos sentimentos.

    Ele não chora...acredito...só nós.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Pelo destino da vida, chegarás à final
    Sozinho caminhas em rua deserta
    No teu rosto triste, eu não vejo mal
    Continua a escrever poesia como esta

    Sempre com vontade, te venho ler
    E dizer que és o meu Poeta de eleição
    Os teus poemas fazem-me “crescer”
    Porque só tu escreves com o coração.

    PARABÉNS!
    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Nos caminhos da vida tem estradas que seguimos acompanhados outras sozinho.

    tenha um ótimo dia =)

    ResponderEliminar
  7. Nas estradas da vida caminhamos sim,mas nunca sozinho, Êle sempre nos acompanha...♥
    Uma linda semana cheia de encantos! bjs ♥!

    ResponderEliminar
  8. Nossos destinos muitas vezes é traçado por Deus,mas
    nós escolhemos o caminho e se nos sentirmos sós,com certeza
    haverá alguém para acompanhar-nos.
    Lindo soneto Ricardo.
    bjs
    Carmen Lúcia-mamymilu

    ResponderEliminar
  9. Oi Ricardo,
    Com a violência, falta de empregos e crise mundial, nos relacionamos com amigos pela internet e telefone, lá fora as ruas estão desertas pelo medo do roubo e assassinato.
    Estamos vivendo um mundo de "caus";mas um dia tudo irá melhorar e haverá paz nos corações dos homens que acreditam em Deus.
    Temos que ter paciência...
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  10. Olá!
    O destino, difícil falar pois o futuro é incerto.
    Viver o momento presente é o que nos resta, viver o hoje,, o agora como se fosse o último dia!
    Tenha uma ótima semana!
    Com carinho

    Femme Digital- Mãe, Esposa, Mulher!

    ResponderEliminar
  11. Oi!
    Amei teu poema, falando sobre o destino, tão incerto, ele é algo que está fora do nosso controle... Porém podemos tomar boas decisões e transformá-lo em algo bom.
    Beijos!
    http://aspoderosas1.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  12. Às vezes é preciso parar para chorar. Devemos chorar tudo até não existirem mais lágrimas. Depois, secamos o olhar e veremos que o futuro por mais difícil que seja, não é esse espaço sem espaço, mas que existe muita coisa que vale a pena.
    Muito triste o poema, mas a vida é assim , uns dias estamos tristes, no dia seguinte temos de sorrir para manter o equilíbrio.
    Um abraço, Ricardo!

    ResponderEliminar
  13. Olá!!!, Deus seja contigo, tenha uma semana abençoado,amigo
    poema maravilhoso mais mesmo triste nos diz algo SUCESSO AMIGO.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderEliminar
  14. [nem tudo é como a gente quer]


    belo poema!

    abç

    ResponderEliminar
  15. Por vezes, chorar alivia as agruras do destino.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  16. El destino,en ocasiones solitario, en otras de la mano de personas amables, pero siempre se hace agradable cuando vengo a visitarte porque escribes con el corazón y eso me deja una sonrisa en los labios.

    Un beso Ricardo.

    ResponderEliminar
  17. Nem sempre o futuro, ou o destino é poesia
    Muita coisa, perde-se a sensibilidade (se bom dia, boa tarde, boa noite)
    abraço

    ResponderEliminar
  18. Pois é amigo, está tudo muito diferente/indiferente..
    Mas como sempre bem escrito e com actualidade.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar