quinta-feira, 14 de novembro de 2013

A LÁGRIMA QUE DEIXAS CAIR...


A lágrima que deixas cair
Que não te deixa sorrir
Molha teu rosto iluminado
Beija teu coração encantado
Que o destino quer trair

Tua alma de paixão, tão pura
Teus sonhos cintilantes de luz
São as tuas palavras de ternura
De tão fresca beleza e candura
Que eu amo, e tanto me seduz

Teu olhar é amor,  fina poesia
Teus olhos cascatas em pranto
São o sol, o luar, a luz do dia
A força, a fé, o sorriso, alegria
De quem a vida ama tanto

Tuas lágrimas "beijam"o areal
Em que a tua graça, passeia
São como o nadar da sereia
Que por entre águas serpenteia
E que eu tanto desejo secar
.

21 comentários:

  1. Lágrimas que caem e molham um rosto iluminado.
    Muito lindo amigo Ricardo.
    bjs
    Carmen Lúcia-mamymilu

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito do poema; ao ler estas emoções de tanta ternura e desejo de quem a vida ama tanto ! com um sorriso ...

    ResponderEliminar
  3. Tão lindo!!!!!!! Só o teu coração apaixonado para nos presentear desta forma tão bonita e sentida!!!! AMEI!!!

    GABY

    ResponderEliminar
  4. oi Ricardo

    as lágrimas rolam e esvaziam um peso da alma e do coração.
    Tenha um maravilhoso feriado vc e sua família lindaaaaaaaaaaa =)

    ResponderEliminar
  5. Simplesmente lindo...Amei
    Poema,onde existe emoção
    Porque estou sensível, chorei
    São lágrimas saídas do coração.

    LINDO!!
    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Por vezes, as lagrimas atrapalham de ver o brilho do sol. Em outras, libertam abrindo caminhos.

    Emocionantes, versos, Ricardo!

    Um abraço!

    ResponderEliminar
  7. O bom mesmo é não vermos que amamos chorar, mas se isso acontecer
    com certeza a queremos secar... Lindo demais. Bjus poeta.

    ResponderEliminar
  8. Linda poesia...chorar também é inspirador e é um meio de lavar a alma de tanta dor.
    Obrigada pela visita.
    Conheça também http://cms.imperiomeu.webnode.com/

    ResponderEliminar
  9. Oi Ricardo
    Uma das poesias mais linda sua:
    Teus olhos cascatas em pranto.
    Lindíssima poesia
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  10. Que lindo,Ricardo e por vezes, elas precisam cair,rolar...abraços,chica

    ResponderEliminar
  11. Linda poesia Ricardo, chorar faz bem a alma, as lágrimas
    é um consolo na dor. Bela poesia. Agradeço sua doce visita. bjssss

    ResponderEliminar
  12. Nada há de melhor que lágrimas e riso, sobretudo quando se conjugam.
    Um poema maravilhoso, Ricardo.
    xx

    ResponderEliminar
  13. O poema me me fala de uma linda leitura da pessoa amada.
    Esta leitura lê a pessoa querida, sente nas linhas e nas entrelinhas, decifra, e com o desejo de mudar o enredo de triste para alegre, de solidão para bem acompanhada.
    abraço

    ResponderEliminar
  14. Lindo demais!!! Q talento hein????
    Já estou seguindo, retribui???

    http://debby-beleza.blogspot.com.br/

    Bjinhos...

    ResponderEliminar
  15. Olá Ricardo,belo poema sobre o olhar, as lágrimas.
    Teu olhar é amor, fina poesia
    Teus olhos cascatas em pranto
    São o sol, o luar, a luz do dia.
    Maravilhoso poema amei,beijinhos.

    ResponderEliminar
  16. Ricardo.Estou encantada com tua poesia e já o sigo.Vou colocar teu blog nos cantinhos a visitar,que no meu,são "Meus Blogs amigos".

    Sou amiga de Donetzka e ela me indicou vários espaços que gosta e incluiu o teu.

    Se me visitar e gostar,siga-me e comente também,ok?

    Beijinhos e ótimo feriado

    Dryka



    Blog Suas Histórias Nossas Histórias

    ResponderEliminar
  17. Olá, bom dia. Bom fim de semana, aqui no Brasil, com um feriado, o que lhe faz prolongado. Tempo de sol, ou ensolarado, e a alegria por ficar mais tempo em casa entre contentamentos e opiniões diversas.
    A Contemplação do tudo, faz-se, por que o Criador permite. É natural, e você é convidado à esse gesto de bondade.
    Um abraço, estou te esperando aqui www.josemariacosta.com

    ResponderEliminar
  18. Lindo texto.

    Seguindo, retribuí?
    http://www.wondermarcelo.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  19. Lágrimas e beijos em sinfonia harmoniosa.

    beijos

    ResponderEliminar
  20. Ricardo, passei para conhecer seu blog e percebi que é um verdadeiro poeta. Parabéns rapaz,

    Abraço

    ResponderEliminar
  21. Tenho descoberto o que ´viver um rio de lágrimas. Mas também descobri que elas lavam a alma e refrigeram nossas forças.
    Creio que como dizes no teu poema, as lágrimas rolam, mas o sorriso tem que estar presente... Uma questão de equilíbrio né?
    Ainda não tenho conseguido sair do tema "morte, perda e dor" e pra não ficar massante e torturante para mim, resolvi fechar o blog por um tempo, até que esse luto que ainda está muito forte, abrande dentro de mim. Com a onda do plágio e tive que ocultá-lo e aparece excluído. Eu voltarei quando estiver revigorada e menos fúnebre.
    Bjkas doces e até depois[não me exclua por favor]

    ResponderEliminar