quarta-feira, 4 de setembro de 2013

"Tu não vens..."


Espero por ti
Ansiosamente
Isolamento permanente
Pareço ver-te
Entre as ondas que dançam
Chegam e partem
Recuam e avançam
Indiferentes
À minha solidão
De coração
Sinto o teu ofegar
Até pareces chegar
para me dar
Os teus beijos
Suaves, maliciosos
Deliciosos
Mas tu não vens

Porquê?
.

44 comentários:

  1. Oi Ricardo,
    Tenha certeza que uma onda bem forte trará seu amor de volta num cenário gostoso na praia!
    Linda e chorosa poesia
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Dorli

      As ondas vão e vêm...Não será também assim na estabilidade do amor entre dois seres humanos?

      Fique feliz

      Eliminar
  2. Ela vai chegar e dar-lhe beijinhos deliciosos
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Bom dia, Ricardo

    Cheguei, e nem me viste
    Ansiosa, fiquei na solidão
    Por não te ver, fiquei triste
    Mas com este poema no coração.

    AMEI
    Tem um dia feliz
    Bjs
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chegaste, vinhas engraçada
      Com teu perfume de Jasmim
      Paraste sem me dizer nada
      Ficaste apenas a olhar para mim

      Distraido confesso não estava
      Vi que chegavas devagarinho
      Olhei para ti, não contava
      Que recebesse de ti um beijinho

      Eliminar
  4. Vá-se lá saber o porquê? O que lhe teria feito o Ricardo?
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá M. Conceição

      Eu? Não fiz nada... Sou um santinho, ehehehe
      Fica feliz

      Eliminar
  5. É somente esperar,que la voltará,junto as águas do mar!

    bom dia amigo Ricardo.

    Bjs
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carmen Lúcia

      Vou esperando... sentado
      Fique com Deus na alma e no coração

      Eliminar
  6. Ah! o amor, o regresso, o viver, o sentir, o sonhar...
    Tudo junto, sempre!
    E assim seguimos... muitos desejos aflorados...
    bjs
    Ritinha

    Lindas suas netinhas... Parabéns!
    Tão gostoso ser avós...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ritinha

      Sem dúvida.. concordo com a sua opinião...totalmente

      Beijo

      Eliminar
  7. Pode simplesmente ter acontecido algo ou então não querer...ir.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Pérola

      Pois.. se calhar não quer vir.. vou esperar mais um pouco
      Fique feliz

      Eliminar
  8. Amigo poeta Ricardo, demorei um pouquinho para chegar aqui, mas jamais esquecido estavas, eis que esse poema me fez lembrar o meu lindo entrosamento com o mar, amo o mar, à beira desse sempre fico a relembrar muitas coisas, a saudade é mesmo resgatada quando estamos diante dessa linda imensidão!
    Abraços!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ivonbe

      Fico muito feliz por a "ver" aqui...

      O mar é assustador, mas lindo...Inspirador também

      Fique feliz

      Eliminar
  9. Ah essas esperas no amor são sempre torturantes... Lindo poema, um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ol,á Nádia Santos

      São mesmo...mas por vezes compensam...
      Abraço

      Eliminar
  10. Quem ama espera, embora esses momentos sejam dolorosos e tristes.

    Suas netinhas, são lindas. Parabéns!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Bell

      Sem dúvida.. Mas quem espera...desespera, não é verdade?
      Abraço

      Eliminar
  11. O Mar transporta-nos para pensamentos infindos... Quantos corações palpitam desejando ser a "musa inspiradora"!!!! És uma pessoa linda com um coração romântico e só com esse coração mantens de pé quem te ama de verdade!!!! Amei o poema...obrigada meu poeta preferido! Abraço com amizade

    GABY

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá GABY

      Deixas-me sem palavras...apenas digo

      ÉS LINDA QUERIDA AMIGA

      BeijO

      Eliminar
  12. O pior é quando este porquê fica sem resposta.
    Sem entendimento.
    E ficamos no aguardo.
    Que a espera não seja longa.
    abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Paula Barros

      Pois.. O pior é isso mesmo...Oxalá não aconteça
      Abraço amigo

      Eliminar
  13. Ah! "O poeta é um fingidor", se não fosse essa capacidade para pensar situações sentindo-as dentro de nós mesmos, os poemas acabariam por sair todos iguais...
    Até a solidão conseguimos imaginar, porque já a sentimos noutra altura qualquer da vida.
    Gostei do poema, desse mar que fascina, e desse "Porquê?" no fim.
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá laura Santos

      Palavras sábias, inspiradores, de uma pessoa linda: TU
      Fica feliz

      Eliminar
  14. Boa tarde,
    não vou dizer que o amor vai voltar porque o seu é permanente.

    ag

    ResponderEliminar
  15. Boa tarde Ricardo o amor sempre merece a nossa espera, pq ele sempre vem.. olha meu amigo rsrs estou sempre bem, sei que algumas poesias minha assustam muita gente.... elas são de anos já passados, posto pra cutucar mesmo, para saberes no prezado momento estou a fazer uma obra infantil.... venhas quando desejar.. mas se tiver receio olhe antes pelos titulos rsrs até sempre lindo dia meu amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Samuel

      Claro que não tenho receio. Nada a mim me assusta. Gosto, isso sim, de brincar com os poemas e as situações
      Sem problema algum
      Sempre a considerar-te
      Abraço

      Eliminar
  16. Olá Ricardo.

    Quando o amor vai e não volta mais, ficam a saudade e a desilusão...
    Porém, levanta a cabeça e vai em frente. Segue o teu rumo.

    Beijos,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cris Henriques

      tento seguir... sempre

      Abraço amigo

      Eliminar
  17. Oi Ricardo
    Que lindo poema! Como vc é inspirado! Essa comparação da espera e as ondas do mar ficou perfeita! Adorei!
    Bjos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Luciana Sousa

      Palavras bonitas e sedutoras que me dirigiu. Gostei
      Fique feliz

      Eliminar
  18. Ricardo, como uma onda, o amor vai e vem e nunca nos deixa. Abçs.

    ResponderEliminar
  19. Olá Ricardo!! Já há alguns dias que não te visitava,vi hoje aqui deixar o meu beijinho carinhoso e desejar que o mês de Setembro te traga imensas alegrias. Fica com deus!! http://mafaldinhaarte.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mafalda Sofia Antunes

      A tua presença é um bálsamo para este cantinho
      Fica feliz

      Eliminar
  20. A ausência que se demora aguça a alegria do reencontro. Parabéns pelo belo poema, Ricardo, e obrigado por sua presença no nosso cantinho!

    Abração

    Bíndi e Ghost

    ResponderEliminar
  21. Olá Ricardo,
    Amores vão e vêm... A vida é feita de partidas e chegadas.
    Mas sempre é tempo de recomeçar!
    Simplesmente lindo seu poema!
    Obrigada por sua visita e tão carinhoso comentário. Será sempre muito bem vindo! Também gostei demais deste espaço, maravilhoso, são belos os seus escritos! Parabéns pela sua sensibilidade e bom gosto!
    Grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ilea

      Quem agradece sou eu...Obrigado pela presença e palavras tão agradáveis

      Fique feliz

      Eliminar