terça-feira, 17 de setembro de 2013

Fim da nossa estrada...


Subi a serra em tua procura
Talvez possuído pela loucura
De lá no cume te encontrar
Cheguei lá muito cansado
Olhei para um e outro lado
Não te consegui vislumbrar

Sentei-me numa rocha, pensando
Sina minha, lágrimas derramando
Por má sorte, pela vida passada
Muito cansado por te procurar
E nem no alto cume te encontrar
Sentindo o fim da nossa estrada

Em desespero fechei os olhos meus
Tão tristes por não encontrar os teus
Sem forças de amor  para sair dali
Deixei chorar o meu pensamento
Desanimado sem forças nem alento
Para noutro lugar procurar por ti
.

19 comentários:

  1. Bom dia amigo... gosto dos momentos em que eu posso subir num dos pontos mais altos de onde moro, o Pico do Jaraguá - SP e de lá admirar a vida, os desejos, os sonhos e os planos. O Pico fica pertinho de casa, dá para ir a pé... daí eu chego aqui e me deparo com esse seu poema tão cheio disso, dessas sensações...
    Muito bom!!!
    Bom demais!
    bjs
    Ritinha

    ResponderEliminar
  2. Ricardo

    Tão bonito.Subir o monte na procura do amor é lindo
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Espectacular como sempre amigo Ricardo
    O amor é complicado e nem sempre a vontade de encontrar a cara metade consegue ser feliz
    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Poema muito lindo de ler,

    Como sempre, é um enorme gosto entrar aqui e deparar-me com os mais lindos poemas como só tu sabes escrever. Este é lindo demais = AMEI
    PARABÉNS!


    Abraço. E um dia feliz

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Nem toda jornada nos leva aonde queremos chegar, mas aonde precisamos... lindo de viver!

    ResponderEliminar
  6. Ai que poema tão triste, amigo Ricardo...Mas são sempre dos meus preferidos! O que vale é que "o poeta é um fingidor"...:-)
    Uma busca tão cansativa, subir montanhas não é fácil, e depois só encontrar desalento...!
    Mas nunca se deve pensar que é o fim da estrada.
    Continuas a fazer poemas lindos! Parabéns!
    xx

    ResponderEliminar
  7. Oi Ricardo,
    Que bom poder subir no topo de uma montanha e lá encontrar um amor ou sonhar, lá o ar é fresquinho e tudo maravilho.
    Linda poesia
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  8. Oi Ricardo,subir a montanha e sonhar com a vinda do ser amado.
    Quem espera sempre alcança.

    bjs amigo
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. bom diaaaa

    Quem a gente ama, nunca vai embora,
    Apenas se ausenta, e sem que a gente chame,
    Volta sem aviso, chega a qualquer hora,
    Não chora e nem pede que a gente o ame.

    Por mais que pareça estranho o ausentar-se,
    Sem nunca partir, se o coração reclama,
    Logo o ser amado vem aconchegar-se
    Leve e repentino, quando a gente ama.

    Quem a gente ama verdadeiramente
    Sente o chamamento e vem, se o coração
    Clama a afeição de quem se torna ausente
    Quando o peito sente mais que solidão.

    Quem a gente ama, paira na essência
    Leve do perfume que fica no ar,
    Quando o nosso amor reflete a inocência
    Lírica do amor que a gente quer sonhar.

    Quem a gente ama, volta sem ter ido,
    Criando um sentido novo para o amor
    E se o coração está triste e ferido,
    Este ser querido cura a nossa dor.

    Quem a gente ama, nunca se ausenta,
    Entra de repente sem ser convidado
    E, se do vazio, a dor se alimenta,
    O amor complementa o ser abandonado.

    Quem a gente ama, não morre nem parte,
    Basta que o silêncio habite o nosso ser
    Que a saudade chega e refaz, com arte,
    O todo da parte que quer renascer.

    ResponderEliminar

  10. Olá, tudo joia?!
    Está lindo seu blog, já estou te seguindo...
    Segue o meu tbm, eu iria adorar!!!
    http://manyelly.blogspot.com.br/
    http://www.pinterest.com/manyelly/
    Sucesso para você!!!

    ResponderEliminar
  11. Bom dia,amigo!

    Lindo e sentimental sua poesia amei!

    beijos

    ResponderEliminar
  12. Nem sempre nossa busca termina com sucesso... é triste não encontrar quem amamos... Bom dia Ricardo.

    ResponderEliminar
  13. Boa tarde Ricardo.. é só o começo dela.. pois ela ainda se eleva para as alturas.. um excelente dia

    ResponderEliminar
  14. Ricardo aprendi
    que o que importa não é o
    lugar pra onde vamos
    se chegamos
    ou se encontramos as pessoas que desejamos ou não;
    mas de fato o que importa é jornada.
    Lindo poema e poesia tem esse poder
    nos levar
    e de nos trazer.
    Bjins
    Catiaho Alc

    ResponderEliminar
  15. Amigo Ricardo, especialista em poesia romântica, eis mais um belo poema.
    Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma boa tarde.

    ResponderEliminar
  16. Olá Ricardo!
    Tão bom subir no topo para procurar nosso amor, mas não encontrar nos deixa tristes. Mas quem ama não desiste e continua a procurar.
    Doce tarde!
    Com carinho

    Blog: Femme Digital

    ResponderEliminar
  17. Hummm... Fantabulástico!!

    És realmente uma pessoa especial, "escreves" maravilhosamente bem.
    MUITOS PARABÉNS, GOSTEI MUITO

    ABRAÇO

    ResponderEliminar
  18. A busca nem sempre é frutífera, por mais que nos empenhemos. Mas se nos voltarmos para novos objetivos, encontraremos outros caminhos. Abraço.

    ResponderEliminar
  19. Quizás en el final se encuentre el principio.

    Un saludo Ricardo

    ResponderEliminar