quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Oh! malfadado destino...


Oh! malfadado destino, tão cruel
Sensações doridas em desgraça
Promessas passaram a ser fel
Nas verdades ditas em trapaça

Tempo que volta, triste, mareado
Lembra retaliação, meu castigo
Não queiras relembrar o passado
Onde nunca foste sincera comigo

Amor por ti, profundo e dedicado
Que fizeste ser tão mau, flagelado
Na minha veneração, oh triste dor

Regressas com sorrisos a brilhar
Com esses lábios que amei beijar
Mas acredita...já não existe amor
,

15 comentários:

  1. Bom dia, Ricardo

    Por vezes o destino é cruel
    Para quê relembrar tal castigo
    Um regresso, nunca será o "fel"
    Deixa-me ler-te, sou sinceras contigo.

    Lindo...
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Bom dia!!
    Que poema triste!
    Mas, de qualquer maneira, existe essas sensacoes no amor a dois!
    bjs
    Ritinha

    ResponderEliminar
  3. tenha um bom dia.

    O que for seu sempre será.

    ResponderEliminar
  4. Poema fascinante de uma certa revolta por um amor não correspondido.
    Beijo

    ResponderEliminar
  5. As relações nem sempre acabam bem e por vezes torna-se necessário se ser forte para não acatar e cair em tentação numa relação que foi errada e se assim foi dificilmente será alguma vez correta
    Maravilhoso poema
    Beijos

    ResponderEliminar
  6. É difícil lidar com uma relação não correspondida.
    A melhor maneira de curar essa ferida é encontrar um novo amor para doar
    todo esse carinho.

    bjs amigo Ricardo

    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderEliminar
  7. ‘’Nossas lembranças são curiosas. Às vezes são fiéis, mas outras vezes se transformam no que queremos que sejam’’.

    De um livro de Nicholas Sparks


    Beijo

    ResponderEliminar
  8. Oi Ricardo
    Coincidência, a minha postagem é a resposta da sua.kkkk
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  9. Adorei! Já sabes que eu me identifico sempre mais com a tristeza, com a dor....acho que destes sentimentos nasceram sempre os poemas mais grandiosos.
    A falta de sinceridade estraga tudo, e fica sempre um vazio tão grande quando amor acaba...
    Um beijinho Ricardo e um grande dia!

    ResponderEliminar
  10. Boa tarde Ricardo.. um mais voltado para a tristeza.. ficou belo igualmente aos outros.. tenhas um lindo dia abração

    ResponderEliminar
  11. Apesar de melancólico, tem lá seus encantos porque fala de uma AMOR. Na verdade foi vivido esse momento mas já não existe , pois não?

    Creio que a sinceridade é um ingrediente que não pode faltar na receita do amor.

    abraços amigo Ricardo!
    :)

    ResponderEliminar
  12. Na vida, infelizmente, temos que viver com os desencantos e as desilusões... mas passa. Felicidades.

    ResponderEliminar
  13. Ricardo, um poema triste, mas mesmo assim belo. Abçs.

    ResponderEliminar
  14. Um poema triste mas muito lindo
    Beijo

    ResponderEliminar