quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Amor e coração...



Conversar contigo, longamente
Onde o verbo amar seja sedução
Promessas de amor, fogo ardente
Que entrego  em teu lindo coração

óh mar frescas águas de pureza
Que em tua alma, astro luzente
Caem gotas em amor feito fortaleza
Deste amor louco, fogo ardente

Teu corpo de curvas misteriosas
Palavras melindradas, perigosas
De valor que nem sabes quanto

São como as ondas do azul mar
Criam em mim um fogo invulgar
De alacridade por te amar tanto

**************

2 comentários:

  1. ...Muitos parabéns..lindo, gosto em particular do primeiro verso, e este:

    Teu corpo de curvas misteriosas
    Palavras melindradas, perigosas
    De valor que nem sabes quanto.

    Gostei... Temos Poeta :))

    ResponderEliminar