domingo, 21 de outubro de 2012

DESCULPA



Desculpa se te comecei a amar
Embora saiba que a minha afeição
É musica para os teus ouvidos
Desculpa das palavras que penso e não te digo
Das frases que os meus olhos "falam"
e tu não ouves nem vês
Desculpa das noites que passo sem dormir
Porque penso em ti
No teu sorriso, no teu olhar meigo e carente
Desculpa pelo afecto que nutro por ti
Pelos pensamentos que te dedico
Desculpa pela enlevo das promessas que te faço
Por sorver dos teus lábios o teu sorriso
Da exacerbação de molhada  lágrima
Que sinto deslizar pelo meu rosto
Quando acordo e sinto a tua ausência
Desculpa pelas minhas secretas palavras
Que te quero dizer no meu silêncio
Desculpa se as minhas cálidas mãos
Te procuram afagar na noite sem tempo
Numa atmosfera de solidão e escuro
Como sombria é a minha vontade
E num momento de desencanto
Derramando lágrimas de pranto
Em sentida voz calada, te peço
Desculpa
*
Reeditado em 15-09-2013

3 comentários:

  1. Para mim, dos mais lindos....
    Parabéns, e continua... está fantástico..

    ResponderEliminar
  2. bom,queria falar que me recomendaram esse blog é bom demais,ja li esse post varias vezes e outros,é sempre bom ver recomndações,ouvir falar que tem um site bom ai de rastreamento um tal de http://rastreamento.org alguem ja ouviu falar?sabe me falar se é bom?

    ResponderEliminar