domingo, 4 de março de 2012

Junto ao Rio .......



Na minha mão te entrego a verdade
Todo o meu ser em palavra serena
Para que nunca sintas saudade
Daquilo que sabes não valer a pena

Sem te ver sinto a força do teu olhar
De uma paz que sei não ser minha
Nos meus sonhos quero-te dar
Minha mão  e comigo,  caminha

A esperança, palavra crua e vâ
Aurora da noite, luz da manhã
Que nos guia em música de embalar

O meu coração envia ao teu
Este desejo que sinto tão meu
De contigo junto ao Rio, passear
.

Sem comentários:

Enviar um comentário