sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Amor em sonho...de sentidos

Nasce na minha essência, o grito
O anelo de te ter em sonho de amor
Como um aperto em coração aflito
Te beijo em aroma de cristalina flor

Como água em rio diáfano e gótico
Sinto na alma o odor dos teus beijos
E acordo ao sentir teu corpo exótico
Degolando de sabor os meus desejos

Descobrindo em ti branco velamento
Eu ar fresco de resplendor ardente
Como frincha de desvario em vento

Deixo-me acordar em púrpura torrente
Enlaçando teu corpo de alma quente
Sentindo o teu suspirar em movimento
*
Reeditado em 14-10-2013

5 comentários:

  1. Minha querida
    Um belo poema, adorei.

    Deixo um beijinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  2. Lindo soneto! Parabéns!
    Abraços,
    Rosana

    ResponderEliminar
  3. *
    um belo soneto,
    ,
    um grito cristalino,
    numa torrente de suspiros !
    ,
    saudações, ficam,
    ,
    *

    ResponderEliminar
  4. Lindo Poema ... em Palavras livres que povoam a imaginação do poeta no tirar partido dos sentidos, tirando assim partido do mundo que rodeia duas pessoas numa relação, podendo ser chamada de misteriosa, que poderá tornar-se real ... evocando o momento vivido do sonho suplantado pelo momento que poderá ser vivido intensamente na realidade ...

    Bela partilha ...

    ResponderEliminar
  5. Lindo texto!
    Amei!
    Me siga também!

    http://noentusiasmodaspalavras.blogspot.com/

    Abrs,

    Marcinha

    ResponderEliminar