sexta-feira, 15 de maio de 2009

Quero-te encontrar

.
Teus lábios são anseios do meu pensar
Teu olhar,afecto do que vivo,sonhando
Teus passos, som que desejo encontrar
Musica de ternura em espaços, tocando

Teu beijo me extasia como bebida cruel
Quando sinto o teu sorriso deslumbrante
Deliro em teus braços, em licor de mel
Perdendo o rumo em desmaio perturbante

E no teu carinho de carecimento fingido
Sigo pela ruela em seara de loiro trigo
Na busca do sol que nos afaga e aquece

Na esperança de deparar o teu caminho
Deito-me em agra sem flores de linho
Dando-te o meu amor que nunca esvaece
.

6 comentários:

  1. "Teu beijo me extasia como bebida cruel" - linha que eu mais gostei.

    Fico até imaginando um beijo tão profundo assim.. é um bocado raro!

    ResponderEliminar
  2. Suas palavras sempre inundam meu coração de encanto, do que é bonito...

    Lindo poema!

    Bjos em teu coração viu?

    ResponderEliminar
  3. Estou maravilhada. Lindooooooo
    Beijinho

    Neuza Santos

    ResponderEliminar
  4. Fico feliz por gostarem deste pouco que sei fazer

    Bom FDS, com muito sol e amor

    Fiquem bem
    .

    ResponderEliminar
  5. Fantástico soneto poeta... M A R A V I L H O S O!!!!!!!!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar