terça-feira, 21 de abril de 2009

Passadeiras de ... mar

Passeando sobre o calor da lembrança
Arejado pela água que brota do teu sentir
Peito aberto pela entrada da esperança
Olhos cativados pelo feitiço do teu sorrir

Sombra em vereda de lençóis de vento
Em que descansam as ilusões da paixão
Estrelas que iluminam o firmamento
Que à tua passagem aquecem o coração

Mãos de fé, passadeira de gotas brancas
Onde passam os pés, de sonho encantados
Mares de linho, feitiços das tuas tranças
Cabelo em desordem, de amor enlaçados

Olhos que retêm portes de suaves margens
Sentimentos de luz que a mente molha
Rebatem suores de paixão, secas aragens
Que acendem ilusões de quem te olha
.

5 comentários:

  1. A poesia é simplesmente um fluxo de Luz ...
    Há sempre algo oculto da outra face ...
    O acto imaginário de deixar fluir ...
    A mente ao encontro de um mundo ideal ...
    Ver um mundo de forma muito própria ...
    Caracteristica de quem observa e reflecte ...
    Sobre cada acto da vida terrena ...

    Por isso exalto e inclino-me ...
    sobre poetas e poetas desconhecidos ...
    que proliferam por todos os lados ...

    Viva a Poesia :)

    ResponderEliminar
  2. @Light

    Seja bem vindo(a)

    Palavras bonitas que gostei de ler

    Volte sempre
    .

    ResponderEliminar
  3. Uma maravilha, de uma beleza poética admirável. Parabéns, está lindo.

    Lurdes Ponte

    ResponderEliminar
  4. Verdadeiramente um blog de qualidade,mais uma obra linda!

    ResponderEliminar
  5. Tem um selinho pra vc lá, vai buscar, beijocas

    ResponderEliminar