sábado, 7 de março de 2009

Anseios

Coração aspergido da tua entrega
Anseios represos pelos sentidos
Embriaguez de correria louca
Na procura de um orientação
Aninho de afectos perdidos
Docemente, com paixão
Beijo a tua boca
Terrível tentação
Que no meu ser se refrega
Numa luta errante
Alucinação constante
Na procura do teu coração
Se o alcanço?!
Suspiro na interrogação.

10 comentários:

  1. Verdadeiros e sentidos devaneios... da águia!

    Muito bom!!

    Bjs

    ResponderEliminar
  2. tãoo lindoo!
    Seus poemas sempre tão verdadeiros!


    Tire o codigo de verificação por favor!

    ResponderEliminar
  3. @ Camila Siqueira

    Não sei como se tira o Código da verificação.

    Se puderes ensinar, manda pelo mail do blog.

    Obrigado

    Bjs. AL
    .

    ResponderEliminar
  4. Por vezes fazemos interrogações a mais quando o amor esta tão perto
    Bj

    ResponderEliminar
  5. O Oriente fica para o lado onde o sol nasce. A partir daí, é fácil.
    :)

    ResponderEliminar
  6. Poemas de uma alma linda...

    Adoro!


    Bjs :)

    ResponderEliminar
  7. Poemas lindos de encantar.
    bjs
    Lurdes

    ResponderEliminar