segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Passos e sentidos


Ouço os teus passos pela estrada
Pequenos ecos de tudo e nada
Que escondem universos de saber
Andares trôpegos em olhares vazios
Sorrisos de minudência fingindo rios
Águas de pureza que lavam o teu ser

No eco das palavras escritas no vento
Sinto o tremor do arrepio sem tempo
Correndo veias em corpo desalinhado
Faíscas de sonhos em cálidas manhãs
Amores prometidos em almas cristãs
Traição de devaneios desencontrados

No silvar de um beijo apalavrado
Estalido de dedo em sorriso melado
Está a afecção de um amor profundo
Laços fechados em razão do olhar
Abertos lábios com desejo de beijar
Alma amada num sentimento fecundo

E na metamorfose do encómio reflectido
Saber glose do evento de rosto invertido
Existe a ilustração da pessoa amada
Causa-me arrepio na vertente afectuosa
Perfume que me excita a gene amorosa
Quando ouço os teus passos pela estrada
.

11 comentários:

  1. Ouvir os passos de quem se ama é maravilhoso ...

    lindo poema, romantismo e alma espalhados...

    Bjs :)

    ResponderEliminar
  2. Bom Dia,para ti,Amigo.
    Gostei do poema e do"jogo" de
    palavras,onde é transmitida a ternura,o Amor e,curiosamente,a
    tristeza...
    Enganei-me?
    Beijoo.
    isa.

    ResponderEliminar
  3. Belíssimo seu poema, tem um premio pra vc lá no meu, vai buscar, beijocas

    ResponderEliminar
  4. Para a outra vez vou de sapatilhas pela estrada fora para não ficares sobressaltado com o barulho dos tacões.

    ResponderEliminar
  5. Agora a sério: na minha opinião, és um rapaz talentoso, benza-te Deus.
    E um abraço para ti e para a tua amiga Margarida.

    ResponderEliminar
  6. L

    Gostei do abraço

    Quanto ao talento... o que sou eu perante ti ... nada certamente.

    Bjs. AL
    .

    ResponderEliminar
  7. L

    Mesmo que caminhes descalça os pequenos ecos que se façam ouvir são bálsamo para os meus ouvidos

    Beijo. AL.

    ResponderEliminar
  8. Perante mim és diferente de mim e melhor que eu, AL.

    ResponderEliminar
  9. L

    Ainda acordadinha a esta hora?

    malditas insónias, lol
    .

    ResponderEliminar
  10. @Isa

    A imaginação das pessoas é fertil

    Por isso, um poema, encerra sempre um pouco de tudo o que dizes

    Bjs. AL.
    .

    ResponderEliminar