terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Tu existes?

Tu existes?
Sei que existes
Mas porque existes?
Será que existes?
E se existes
Onde existes?
Claro que existes
Mas porque existes?
Por alguma razão existes
Quero saber onde existes
Dizer-te olhos nos olhos porque existes
Dar-te mil beijos só porque existes
Sentir que existes
Quero saber porque existes
Quero dizer-te aonde existes

És linda … e existes

5 comentários:

  1. Olá querido Amigo... Ela existe, a mulher mistério ?
    Ou é fruto dos teus sonhos... Como diz a nossa Amiga Ana, existe a vida e a poesia!... Beijinhos de carinho e ternura,
    Fernandinha

    ResponderEliminar
  2. Este poema faz-me lembrar o tempo em que tudo o que existia eram estas perguntas e faz-me enternecer.

    ResponderEliminar
  3. L

    E hoje já não existem estas perguntas?

    Existem.

    Parece que nós (por vezes) é que não existimos.
    .

    ResponderEliminar
  4. já conheço este poema (lol)
    de um certo arrumador...

    ela existe... e esta sempre aqui presente... penso eu de que...

    Atenção Alzira!!!!!!
    ..

    ResponderEliminar