domingo, 14 de dezembro de 2008

Sem te ter...


Deixa-me ver-te no silêncio
Deixa-me fixar o teu olhar
Fechar os olhos, te imaginar
Que da minha árvore
És o melhor ramo
O caminho que trilho
A minha avareza
A certeza
De que és a fonte
A água que me refresca
A pureza
A entrega
O meu desnorte
A sorte
De te conhecer
Mesmo sem te … ter

6 comentários:

  1. Ke lindo até fiquei arrepiada
    Beijo
    Filomena

    ResponderEliminar
  2. Olá querido Amigo, lindo o teu poema de amor e paixão... Beijinhos de muito carinho,
    Fernandinha

    ResponderEliminar
  3. Vou seguir seus dois flogs, mas gostei mesmo desse, rsrsrs, não gosto de futebol. Adorei a gif da águia. O poema, esse úçtimo, é lindo, vou ler os demais com calma, grata pelo comentário, beijocas

    ResponderEliminar
  4. Obrigado sempre pela ternura em meu jardim de letras! belo poema um pensamento magico... só aplausos.. meu carinho.. bjss vania

    ResponderEliminar